Marielle: Munição usada é de lotes vendidos para a PF

A vereadora Marielle Franco (Psol), foi morta com munição vendida para a Polícia Federal. Os tiros de uma pistola calibre 9mm seriam de lotes vendidos para a PF de Brasília em 2006. A perícia da Divisão de Homicídios diz que o lote de munição UZZ-17 é original, ou seja, ela não foi recarregada.

Agora, as polícias Civil e Federal anunciaram que farão um trabalho conjunto de rastreamento. Ao todo foram feitos 13 disparos, sendo 9 na lataria e quatro no vidro. Durante toda a quinta, a polícia coletou informações de testemunhas e imagens para tentar desvendar o caso.

Marielle e Anderson (Motorista) foram mortos por volta das 21h30, na quarta e a hipótese mais forte é que tenha sido execução, pois os criminosos fugiram sem levar nada.

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: https://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Metranca
Sobre Metranca 228 Artigos
O Coletivo Metranca é um portal que trata de comunicação e arte. Formado em Joinville, Santa Catarina, o coletivo surgiu em 2011, como opção e espaço para atender demandas do setor cultural da região.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*