A Internet não Acabou com a TV, mas a TV vai acabar com a internet.

Hoje fiquei sabendo que sete cidades em Santa Catarina tiveram o sinal analógico de TV desligados.

A primeira coisa que pensei foi: foda-se!

Não, agora sério! Pensei: Ohh, nossa, estamos no futuro! O que falaram lá no início do século está ocorrendo. (sarcasmo)

E diante dessa constatação, só pude chegar à seguinte conclusão: e daí?

Fiquei tentando descobrir o porquê de não dar bola pra isso.

A primeira resposta foi a do senso comum na internet: A INTERNET SUPEROU A TV, POR ISSO NINGUÉM SE IMPORTA!

Será? Acho que quem faz o mínimo de sinapses consegue entender que isso é balela. Coisa de muleque (ou adulto com mente de muleque) que vive “navegando na web” e não repara nos que está em volta.

Quando a TV a Cabo ganhou grandes proporções, a galera falava que ela iria superar a TV Aberta, maaaaas…. isso não ocorreu, não é mesmo?

Em verdade, o que mais se assiste na TV a Cabo é canal de TV Aberta.

“Ahhh, mas na internet tem o youtube, ele é isso e aquilo, blá, blá, blá…”

É, mas se você for ver os vídeos em alta no youtube, vai ver que estão ali vídeos extraídos da TV. Da TV a Cabo? Nãããããooo! Da TV Aberta. Ali estão BBB18, futebol e algum programa de entrevista ou reportagem especial.

Na real, a TV percebeu que o conteúdo que ela produz é o conteúdo que o povo gosta; seja assistindo na TV, celular, tablet ou PC. Por isso que até a Globo tem serviço de streaming hoje em dia.

Vou te dizer uma coisa, a TV não vai acabar, ela vai tomar conta da sua tão amada internet. Aceite isso!!

Por: Vladmir S.

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: https://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Metranca
Sobre Metranca 203 Artigos
O Coletivo Metranca é um portal que trata de comunicação e arte. Formado em Joinville, Santa Catarina, o coletivo surgiu em 2011, como opção e espaço para atender demandas do setor cultural da região.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*