Equipe Hitotsu conquista excelentes resultados na final do Campeonato Brasileiro de Karatê

Os atletas da Associação Hitotsu participaram da fase final do Campeonato Brasileiro de Karatê, que aconteceu na semana passada, entre os dias 18 a 21, em Belo Horizonte, Minas Gerais, e conquistaram excelentes resultados.

O pequenino Cauã Soppa Lima, 11 anos, foi um dos destaques do grupo com 3 medalhas: duas de prata e uma de bronze. Mariana Lima e Júlia Nascimento conquistaram o primeiro e terceiro lugares, respectivamente, e, junto com a companheira Pâmela Coelho, faturaram a medalha de Ouro no Kata Equipe Júnior. Wenderson Schmoeller, Guilherme Bilk e Affonso Silva também ficaram com o primeiro lugar no Kata Equipe Júnior. “Nosso clube ainda é pequeno. Temos poucos atletas participando em alto nível. Fizemos uma opção há alguns anos pela qualidade técnica dos nossos atletas e não pela quantidade, mas, acima de tudo, pela qualidade das pessoas que fazem parte da nossa equipe”, comentou o professor e técnico Luiz Oliveira. “Fiquei feliz de ver cada um de nossos atletas dando o máximo de si pelo nosso estado, contribuindo de forma decisiva e importante para conquista do título de vice-campeão brasileiro geral da temporada 2018. ”

Santa Catarina mais um vez firma como a segunda maior potência do Brasil, perdendo apenas para São Paulo. E quem pensa que os catarinenses estão perdendo para os paulistas pela qualidade técnica, está enganado. O nosso estado perde apenas na quantidade de atletas. Francisco de Assis Medeiros, consultor da Medeiros Consulting e também carateca, afirmou que Santa Catarina teve um desempenho melhor que São Paulo. Segundo Medeiros, a delegação paulista competiu com 470 atletas, enquanto que a catarinense com 205. Os paulistas conquistaram 242 medalhas no total, média de 0,51 medalhas por atletas. Já Santa Catarina 115, sendo 0,56 medalhas por atletas. Na contagem das medalhas de ouro, São Paulo obteve 76, média de 0,16 por atleta. Os catarinenses foram melhores, com 34 ouros conquistados, uma média de 0,30 por atleta. “Santa Catarina levou uma ligeira vantagem na contagem geral das medalhas, mas foi imensamente melhor na contagem de ouro. Teve quase o dobro de medalhas de ouro por atleta, comparando com o mesmo indicador de São Paulo.”

A equipe tem mais um desafio pela frente: a Olesc, que acontecerá nos dias 30 de novembro a 8 de dezembro, em Indaial e Timbó. Confira os resultados dos atletas da Hitotsu.

Cauã Lima (11 anos) – Sub 12 10/11 anos Rx/Pt Masc
2º lugar Kata Brasileiro – fase final
2º lugar Kumite Brasileiro escolar
3º lugar Kata Brasileiro escolar

Mariana Lima (16 anos) – Junior 16/17 anos Rx/Pt Fem
Campeã Kata – Brasileiro escolar

Julia Nascimento (17 anos) – Junior 16/17 anos Rx/Pt Fem 
3º lugar Kata – Brasileiro escolar

Breno Rezende (16 anos) – Junior 16/17 anos Rx/Pt – 76Kg Masc
3º lugar Kumite (lutas) – Brasileiro fase final

Rosana Martins (57 anos) – Master G 56/59 anos Rx/Pt Fem 
2º lugar Kata – Brasileiro fase final

Kata Equipe – Júnior Masculino – Ouro – Fase final

Wenderson Schmoeller (16 anos)
Guilherme Bilk (16 anos)
Affonso Silva (17 anos)

Kata Equipe – Júnior Feminina – Ouro – Fase final

Julia Nascimento (17 anos)
Mariana Lima (16 anos)
Pâmela Coelho (16 anos)

E fiquem ligados, pois, em breve, vamos trazer uma pequena série falando sobre as categorias de base do Karatê joinvilense.

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: https://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Metranca
Sobre Metranca 242 Artigos
O Coletivo Metranca é um portal que trata de comunicação e arte. Formado em Joinville, Santa Catarina, o coletivo surgiu em 2011, como opção e espaço para atender demandas do setor cultural da região.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*