Música

Autonom(a) Festival trará duo carioca Gorduratrans como atração nessa quinta no Porão

O grupo que organiza o festival, como o próprio nome que eles carregam sugere, age de forma autônoma, e tem o intuito de trazer novas bandas para o cenário independente de Joinville. Essa busca por uma pluralidade de opções faz todo sentido, já que mesmo Joinville sendo gigante, para os padrões do estado, sofre com uma enorme limitação no que diz respeito a atrações culturais – e principalmente musicais. A primeira edição organizada pelo coletivo terá a atração do duo carioca Gorduratrans (em tour pela região sul do país), banda de shoegaze que esteve no meio do turbilhão de novas bandas de uma cena musical diversa chamada “rock triste” – onde estão também presentes nomes como Lupe de Lupe, El Toro Fuerte, Enema Noise e Raça. Esse cenário teve um forte apelo de jovens de todo o Brasil, por conta de uma identificação por aquelas letras e atmosferas melancólicas; mas gerou também ferrenhos […]

Música

Site cataloga, ordena e monta playlists de todos os gêneros musicais existentes

Turntablism, Warm Drone, Duranguense, Fallen Angel e Filthstep. Alguns destes cinco termos lhe é familiar? Acredito que para 99.8% dos leitores desta publicação, a resposta será não, mas acredite: estas palavrinhas estranhas são denominações para gêneros musicais. Antes de mais nada, não, não os estou inventando. Estes são apenas alguns exemplos da imensidão musical que o site Every Noise at Once  possui. Ao todo são 1742 gêneros, meta-gêneros, sub-gêneros e micro-gêneros (e você pode adicionar mentalmente aqui mais classificações para a palavra) mapeados e jogados numa “nuvem” de tags – e esse não é um número definitivo, pois a coisa “tende a aumentar”. Primeiramente, é bom desmistificar o estigma que “música” é a representação sonora de melodias belas e bem construídas. É isso também, mas não é SÓ isso. O próprio nome do site, “every noise”, evidencia o que afirmo. Música é toda a conjuração de sons e silêncio por regras variáveis e […]

Esportes

Com lambanças de Karius e “waza-ari” de Sérgio Ramos, Real Madrid é campeão europeu

Antes da partida começar, Real Madrid e Liverpool tinham tudo para fazer em Kiev uma das finais mais equilibradas dos últimos anos da Liga dos Campeões da Europa, onde os ingleses possuíam um time – e principalmente um ataque – capaz de bater de igual para igual com os gigantes espanhóis e, enfim, acabar com a hegemonia madridista dos últimos cinco anos. Sim, “tinham” e possuíam”. A flexão verbal no pretérito imperfeito se dá por conta de uma infelicidade que mudou drasticamente o rumo da partida: o deslocamento do ombro do craque Salah. O atacante egípcio sofreu um waza-ari, golpe de judô, de Sérgio Ramos; e não, não foi um lance casual, já que o zagueiro espanhol fez um movimento com o braço realmente a fim de forçar o ombro do atacante quando ele caísse ao chão. Como resultado do lance sujo e desleal (e feito de uma maneira bem malandra, sem que […]

T.A. Greatest Hits

T.A. Greatest Hits: Integrity – Micha

Essa é uma nova coluna aqui no Metranca; numa passagem de volta ao passado, revivendo os maiores (anti-)hits ainda presentes nas minhas playlists que têm a capacidade de alterar ou catapultar o meu estado de espírito ao ouvir. Os melhores sons que você não lembra se já ouviu ou faz questão de não ouvir. O Integrity foi formado em 1988 na cidade de Cleveland (EUA) e, ao fundir o metal com o hardcore punk, foi o pioneiro de uma leva de bandas do início da década de 1990 no chamado metallic hardcore (hardcore metálico) – também conhecido como metalcore. Para chegar nessa fusão, eles jogaram um caldeirão de influências, como os japonese do G.I.S.M. (a coisa mais anti-you do hardcore), Motorhead, Slayer, breakdown e hardcore novaiorquino. Lembrando que o Integrity puxou ainda naquela época um grupo de bandas que disseminaram o hardcore “holy terror” e negativista, tal como o Earth Crisis e o Rorschach. Nos alicerces dessa […]

Música

Alcest: banda francesa retorna ao Brasil, com show em Santa Catarina

A banda francesa já esteve em terras brasileiras por duas vezes como atração do Overload Music Fest – cuja produtora anunciou recentemente uma pausa de novas edições do festival por tempo indeterminado – nos anos de 2014 e 2016, nessa última sendo um show especial ao executar na íntegra o disco Écailles de Lune e clássicos passados do grupo. O Alcest agora retornará ao Brasil trazendo novamente a turnê do recente disco Kodama (2016, Prophecy Productions), só que desta vez em primeira apresentação solo no país. O Alcest foi pioneira e ganhou popularidade na mescla de distintos gêneros musicais que se desenvolveram na década de 1990: black metal, shoegaze, dream pop e post-rock, criando assim uma atmosfera musical fria e conflituosa, mas que as mesmo tempo possui uma carga melódica e envolvente muito grande. Dessa fusão saiu o chamado blackgaze; com o prefixo representando os guturais rasgados e blast beats típicos do black metal e o sufixo representando o clima […]

Esportes

O brilhantismo do Liverpool em Anfield e a busca da Roma por um (segundo) milagre

O Liverpool, cinco vezes campeão da Europa, chegou pela primeira vez às semifinais da Champions League desde a temporada 2007-2008, enquanto a Roma só esteve presente nesta fase da competição em 1984 – com os brasileiros Paulo Roberto Falcão e Toninho Cerezo -, quando chegou à final para depois perder para os próprios ingleses. O clube de Anfield Road levantou a sua última taça européia em 2005, com Steven Gerrard, Xabi Alonso e cia; mesmo ano que perdeu para o São Paulo na final do Mundial de Clubes da FIFA. A história de como ambos os times chegaram até essa fase da competição é bem distinta. Os Reds encerraram o sonho europeu do Manchester City de Pep Guardiola, com duas vitórias contundentes nas quartas de final, tendo um desempenho semelhante no jogo em casa ao do massacre aplicado contra o Porto (5×0) em Portugal, nas oitavas. Já os romanos suaram e foram […]

Agenda Cultural

Lenda punk dos anos 80, Inocentes se apresenta nessa sexta em Joinville

A história dos Inocentes precisa ser contada desde 1980, quando Clemente, depois de assistir a shows de bandas como The Clash e Devo, em São Paulo, decretou: “É isso que quero fazer da vida”. Então baixista da obscura Condutores de Cadáver, Clemente reformulou o Condutores e chamou alguns amigos – o guitarrista Antônio Carlos Callegari, o baterista Marcelino Gonzales e, posteriormente, Maurício para o vocal – para montar o Inocentes, que em 1982 entraria na coletânea Grito Suburbano, com Cólera e Olho Seco. O disco fez parte da explosão do movimento punk no Brasil. Em 1986, pelas mãos do Titã Branco Melo, chegaria à Warner uma demo que resultaria no mini LP Pânico em SP (1986), uma paulada com seis músicas sensacionais. A ele, seguiram-se Adeus Carne (1987) e a reedição na íntegra do EP Miséria e Fome (1988), que foi gravado em condições precárias em 1983, enviado à Censura Federal – órgão […]

Coberturas Fotográficas

Grupos de maracatu agitaram as ruas de Joinville nesse domingo de carnaval

Os grupos de maracatu Baque Mulher Joinville e Morro do Ouro realizaram o já tradicional arrastão de carnaval pelas ruas do centro da cidade neste domingo (11/02). O cortejo iniciou-se por volta das 16:30, no MAJ (Museu de Artes de Joinville), e prosseguiu até a Rua das Palmeiras. Apesar da chuva que caiu na região no final da tarde e no decorrer da noite, cerca de 300 foliões acompanharam o grupo na arrastão. A festa continuou até aproximadamente às 22h. A programação do carnaval de rua joinvilense ainda terá, nessa segunda-feira (12/02), o girobloco Na Rua com Las Rosas Negras, com início às 17h. Mais informações sobre o evento aqui.

Cinema

The Room, o Artista do Desastre e o sucesso

Existem determinadas obras de arte que resultam em algo tão absolutamente ruim no que se propõem – claro, levando em conta sempre um suposto comparativo com fórmulas tradicionais de se criar e desenvolver – que acabam alcançando um outro patamar: a admiração pelo absurdo, por aqueles que sentiram-se imersos naquilo. Esse culto ao desfigurado é comum principalmente na música e no cinema, cujo o que se é contemplado é intrigante em um nível que pode acabar gerando uma nova absorção (e interpretação), das primeiras impressões à compreensão plena, de um determinado formato artístico. The Room (2003) certamente é um exemplo disso em obras cinematográficas. O filme foi escrito, dirigido, produzido e protagonizado por Tommy Wiseau, e isto certamente é parte do encanto pela obra; é muito mais do que uma demonstração de vaidade, pois, pela nula experiência de Tommy no meio artístico, o identificamos pela busca do seu magnum opus e de marcar o […]

Séries

Crítica: The Gifted – 1ª temporada

No já longínquo ano de 2000, era lançado o primeiro filme dos mutantes de Stan Lee e Jack Kirby no cinema. Com X-Men, dirigido por Bryan Singer, também diretor do primeiro episódio desta série, fomos apresentados nas telonas a um mundo de heróis perseguidos por terem nascido “diferentes” do restante da população. De lá pra cá, nos noves filmes que se procederam (incluindo uma trilogia instável de Wolverine e o sucesso com Deadpool), muitas derrapadas aconteceram nas mãos da Fox – e isto inclui a enorme confusão gerada na cronologia de cada filme e as bizarrices em roteiros que pouco tinham em fidelidade com as histórias originalmente escritas para os quadrinhos. The Gifted surge ambientada neste mesmo mundo mutante, com a missão de trazer uma história dos X-Men, sem nenhum grande integrante da equipe de Charles Xavier. O episódio piloto talvez tenha sido o mais empolgante da primeira temporada, principalmente para aqueles que tinham pouca […]

Coberturas Fotográficas

Maniacs Metal Meeting 2017: Os shows que mereceram destaque

Festival ocorreu nos dias 08, 09 e 10 de dezembro de 2017, em Rio Negrinho A Fazenda Evaristo, que tradicionalmente recebe o festival Psicodália e recebia o finado Zoombie Ritual, abriu suas portas e porteiras para a segunda edição do Maniacs Metal Meeting (a primeira longe da produtora Cronos Entertainment). A ótima estrutura do local que – além de grande área de camping e banheiros com chuveiros – , possui trilhas em meio a mata; cachoeira; circuito de paintball; lago e até mini-quadras esportivas, é perfeita para não deixar ninguém ocioso. Há de se destacar o empenho da organização e da equipe de som para que o cronograma fosse cumprido à risca, onde o intervalo de cada atração não superou 20 minutos. Mas, infelizmente, como vocês já devem estar inteirados, acontece um lamentável caso com dois membros deste coletivo – e que não foi privilégio só nosso nessa turnê latina da banda […]

Destaques

Entrevista: jovem joinvilense é destaque em nível nacional por projeto social em escolas da cidade

Nos últimos cinco anos, pelo reflexo de uma enorme crise econômica e política que assolou o país, uma grande nuvem de pessimismo perante a moral humana ficou latente na cabeça de muitos dos brasileiros, criando desconfiança sobre qualquer perspectiva de melhora. Felizmente, existem pessoas que ajudam a quebrar esses prognósticos negativistas, através da iniciativa de pequenas ações que resultam em incríveis resultados. Hoje, conto-lhes a história de uma dessas pessoas que fazem a diferença de algum modo, e aqui em Joinville. Esta pessoa é Bruno Amancio, jovem de 21 anos, nascido e crescido na cidade, prestes a se formar em história pela Unicamp e que tem muito orgulho de ter desenvolvido os seus conhecimentos na educação pública. Bruno, na pequena conversa abaixo, explica como ajudou a desenvolver o Projeto Rugby nas Escolas e como ele conseguiu destaque por potencializar essa ideia, além de salientar a fundamental importância dos frutos que isso gera […]

Música

Direto de Santos, o Surra traz ao Maniacs Metal Meeting o seu thrashcore em meio a um discurso político claro

Com letras sobre os excessos do capitalismo, do consumismo e do uso das redes sociais, o Surra tenta manter a coesão não apenas musical, mas também em seu discurso. Formada em 2012, dos membros remanescentes da extinta banda Like A Texas Murder, o grupo é composto por Victor (bateria), Leeo Mesquista (vocalista principal e guitarrista) e Guilherme Elias (baixo e também vocais). O Surra já fez turnês de norte à sul do Brasil, além de uma europeia em 2016. Em sua discografia, constam dois EPs, dois bootlegs, um live e um full-lenght (Tamo na Merda, lançado ano passado). Ambos os lançamentos da banda apresentam elementos muito perceptíveis sobre o posicionamento dos integrantes – bem voltado à esquerda -, onde as características pessoais de cada (anti-fascismo, veganismo…) transparecem em todo trabalho. O som transmite muito um mix de sensações, como descontentamento, raiva e pessimismo. O baterista Victor, em entrevista ao blog Microfonia Underground, […]

Música

Cassandra é a dose de metal lento e distorcido do Maniacs Metal Meeting

O duo curitibano Cassandra, formado por Daniel Silveira (baixo/voz) e Karina D´ Alessandre (bateria), tem como proposta um Sludge/Post Metal cheio de distorção, batidas arrastadas e reverb. Na estrada desde 2014, o Cassandra já realizou diversos shows na região sul e sudeste. A banda conta com o álbum Antumbra (2015) e atualmente está trabalhando na gravação do segundo álbum.