Voltando para Argentina, ou apenas continuando a viagem…

Depois de muito tempo sem escrever sobre minhas viagens, segue um pequeno relato sobre meu retorno a Argentina, o lugar que escolhi para passar os próximos dois anos. (Com alegria e um tantinho de vaidade que escrevo isso).

A viagem por terras peruanas havia terminado (ao menos essa viagem)…

Confira no link https://coletivometranca.com.br/peru-e-a-aventura-machu-picchu/

Como eu não viajo de avião (fobia) sabia que a volta seria longa, destino final: Buenos Aires.
Já que era para passar muitas horas na estrada que eu tirasse proveito disso, resolvi montar um pequeno roteiro de volta (Cuzco, La Paz, Salta, Córdoba, Buenos Aires).

Foi um tal de carimba passaporte, fila no frio, a pior migração foi na fronteira entre Bolívia e Argentina, paciência é a palavra chave, um frio nada agradável e duas horas numa fila onde eu nunca entendia para onde deveria seguir, os trâmites não são feitos em lugares próximos (claro sempre ficava de olho no ônibus para que ele não fosse embora sem mim).

Uma dica importante é pesquisar muito as passagens de ônibus, a princípio quando cheguei a La Paz (Bolívia) queriam cobrar um absurdo por uma passagem até Salta (Argentina). Como é óbvio que sou turista (meu sotaque) em um guichê tiveram o despautério de dizer que a passagem custava 800 dólares, sim dólares (eu ri), perguntei se havia entendido errado, o senhor afirmou que não, que era o mais barato que eu encontraria, ri mais um pouco e fui à busca de outra passagem.

Depois de algumas voltas pela rodoviária, perguntei qual era a passagem mais barata até alguma cidade na fronteira entre Bolívia e Argentina, dessa cidade eu buscaria algum outro ônibus para Salta.
Essa foi a opção mais barata, o valor reduziu mais de 60% (de 900 para 300 pesos). O ônibus é sujo, velho, as paradas quase inexistentes, banheiro ao ar livre (vivendo a natureza). Comi pão, queijo branco e sopa. É o que tem de barato nas paradas onde estive até chegar na fronteira com a Argentina. Mas essa descrição não significa que eu não gostei da viagem, eu sabia que seria duro, optei pelo mais econômico. Penso que quando viajamos com uma mochila nas costas e sem dinheiro, tudo é descoberta e não tem tempo ruim.

Vou fazer um pequeno desabafo… Existem pessoas que querem viajar (seja fazendo mochilão , ou ficando em hotel) porém não querem conhecer algo novo, estranho, mas é verdade, eu explico. Se você é frances e está na Argentina, por exemplo, não reclame que no café da manhã não tem panquecas. Aqui tem media luna e você já deveria estar feliz, afinal é quase um croissant.
Se você é Brasileiro, não pense que aqui existem mil frutas diferentes no café da manhã, não tem não meu amigo, e digo mais, aqui fruta é algo muito caro, estamos em crise, se contente com café e duas media lunas por 35 pesos que tá delicia.

Não reclame que não tem metrô, pare de dizer que no seu país tudo é melhor, curta o novo, experimente, não reclame o tempo todo tendo como parâmetro apenas o seu mundo, aproveite a viagem para expandir seu mundo e não exploda de chatisse.”

Fim do desabafo

Voltando a história das passagens… Sempre pesquise, faça cara de desespero, espere, pergunte, olhe o mapa, monte uma estratégia e conte com um pouquinho de sorte. Geralmente aparece uma solução 🙂

Enfim Salta!!! Uma cidade aconchegante, é assim que posso definir, fiquei apenas dois dias, pretendo voltar para fazer o passeio do trem das nuvens.

maxresdefault
Tren das Nubes – Salta (Argentina)

www.trenalasnubes.com.ar

Um pouco de Salta

_hpt8KGOBLbwKHkaw8l0jeHzp4a4jRWfXsHAFzqRtHM Y6Rk-eCf0_H6zowmNyn4I0S2lQhprMWCxIODFGsmr7k

TndUYzRTGSSA0DAPoo6GRG_bF7WUfFT-Zu6GFO81hCk D04xgxNODzA88uOW3Ze8aLoYkLH79Si1-gRk9H1G0hU

a5blHwOCIUzyaON_daFIsuFdHMTsn25a72et9rbT53g
fkaf0OExzVBwK93T8_QIwsue9_gusFrVWq9136RGSHE Enfrentando um pouco meu medo de altura!!!

Salta é uma cidade bem barata, encontrei um estúdio de tattoo e piercing encantador. Fui apenas olhar o preço e trocar meu piercing do nariz, saí com duas tatuagens e um piercing novo. Hiper, mega barato e boa qualidade, fica a dica do lugar. (https://www.facebook.com/glasscatsalta) 100% mais barato que Buenos Aires.

rGiDwGvYcQyviZIr_3chIYJVk8RbVh4aW1UV7BH-nnM
Literalmente tomando coragem para fazer a tattoo 🙂

Eis o momento que digo: Hasta luego Salta! E um Hola que tal Córdoba?

Passado dez horas de viagem, lá estou novamente em uma rodoviária, dessa vez a parada foi de 6 dias, tempo para encontrar uma amiga que também está viajando pela America Latina.
Reencontrar durante a viagem amigos que fizemos durante a viagem é extremamente gratificante. Encontrar pessoas amáveis, solícitas, buena onda, é o que faz de uma viagem inesquecível.
E o que dizer de Córdoba… Encontrei essas pessoas nessa cidade, confesso: Quase não voltei. Apaixonei-me pela cidade, clima, a universidade, a natureza das cidades vizinhas, as montanhas.

Córdoba!!!
3ECLiM97czBZGivFiNb9iVcd9q6YLa8OfREoTl-Y8cE 4Zh0c5vwh7CB7AEcGV8oPuc7l9QtRfwiEMnPYM1Z1Vk  jgo932u8izLHGapBswxzpt1uvo1GGq09gwMKuNv5_YE N2r8gGN62ZkHkaZJrdROlHKgVr7uzTQTwk9Z6AdZbd8GDNUBcC2pwtm71szNu8FawB_XP40rzHXa1ZF8yiUohA 05ouOgwJ67F2XNaRpd7RZn3sFoFvN5aPCGly3IFJ-sc

8fBU9PVie9PzwvFf_ZwYy1ddn0VR7-LoonoNkrcBVy0 AVCDl-36kRpwC4Nv-Xbfb62QrdQTrjF_HDzlcg_HM9s LKlCnwkJLLXT6Mk7HBES97Ep5svzqUNvM6VzgWVG6aI o0-QwC6OCEnsQo25cNSPa896-kHWymG7FBqnhyAETV4      oUoeMypqKz9V-VGdiR-xWZJq3bvBfr4CQFd7gANYpgs SuSwMEtLo2gSNVEwaxa7ttMu7tZFtCmSgwXXsxRiTks

Quase três meses viajando; neve, montanhas, lagos, mar, deserto, salar, templos, termas, comidas, altitude, sons, cores, medos, alegrias, ressacas, amizades, despedidas, chegadas, escaladas, aventuras, longas e lindas caminhadas, nascer e pôr do sol. Foram 5 países, perdi a conta de quantas cidades, muitas horas de ônibus, carro, barco.

Chega o momento de voltar para Buenos Aires e me preparar para o imprevisível: Minha vida trabalhando e vivendo em um Hostel… Mas isso são histórias para os próximos capítulos!!!
As alegrias e dificuldades de compartilhar a vida com desconhecidos passageiros.

PS: Minha viagem pela Argentina não terminou, em breve escrevo sobre patagônia e o litoral argentino!!!

Hasta pronto 🙂

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: https://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*