NÃO ENTRE EM PÂNICO #17 – Twitter

Logo no início da minha coluna, quando falei um pouco sobre o facebook, quis expor um pouco da minha opinião sobre alguns fenômenos desta rede social tão popular atualmente. Desta vez quero falar um pouco de uma outra rede, o Twitter.

Primeiramente é muito importante dizer que o twitter está ai já há algum tempo. Foi criado em 2006, dois anos depois do lançamento oficial do facebook, em 2004, e portanto já tem um bom tempo de estrada também. Sempre me perguntava por que o twitter não ficou tão grande quanto o facebook. Bem, vou tentar aqui explicar um pouco dessa questão e aproveitar para mostrar um pouco das diferenças básicas de ambas as redes.

 

Facebook você encontra seus amigos e no twitter conteúdo

Uma das coisas mais bacanas do twitter é que é uma rede essencialmente assimétrica. Hoje o facebook também tem opções que permitem que ele também seja assimétrico, muito por influência do sucesso do twitter. Isso quer dizer que no twitter você segue quem quiser, independente da pessoa querer ou não. Já o facebook tem uma certa simetria, pois na o foco das principais conexões são os vínculos de amizade. Neste sentido o facebook trás muito mais público do que o twitter, pelo efeito de manada mesmo. Se todos os meus amigos estão no facebook, eu me sinto meio que na obrigação de ter um perfil também. Já no twitter a coisa é muito diferente. Entra no twitter quem realmente se interessa pela interação que ele propicia, muitas vezes com pessoas desconhecidas. No faceboook você se liga às pessoas em si, no twitter os assuntos que são o principal. Isso faz com que o facebook tenha cerca de 1,3 bilhões de usuários e o twitter cerca de 500 milhões. Porém na questão da atividade na rede certamente o twitter fica em pé de igualdade com o facebook. Isso também pela questão da característica de cada ferramenta.

 

O facebook te coloca na bolha o twitter alfineta ela

Já é de conhecimento público a questão do filter bubble que opera dentro do facebook. Como todos os seus amigos provavelmente estão lá, você pouco precisa ir atras de conteúdo no facebook, ele vem até você de maneira muito orgânica e altamente alienante. O twitter tem algo que eu gosto muito, a aba “descobrir”, que te mostra uma infinidade de tweets que estão rolando da rede de acordo com suas conexões e interesses. Logicamente existe um filter bubble ali também, porém a coisa é um pouco menos agressiva, já que a rede se construiu muito mais na intenção de te oferecer uma experiência diferenciada, do que substituir a experiência social cotidiana. O twitter tem essa pegada de te conectar aos assuntos do momento, de estar muito ligada ao conceito de tempo real. Isso quebra um pouco a questão de só oferecer aquilo que você quer ver, para mesclar aquilo que você quer ver com o que está acontecendo no mundo lá fora. O twitter tem isso de te impulsionar para o mundo, tanto que é muito utilizado em manifestações, movimentos sociais, eventos e outros…

 

A qualidade da informação

Isso é um dos principais pontos altos do twitter. São 140 caracteres, logo você tem que ser sintético. É preciso exercitar o seu poder de comunicação para comunicar mais em pouco texto. Isso por si só já qualifica a rede, pois não é nela que está o conteúdo em si, ela te mostra o que está rolando e não vomita toneladas de informação na sua cara. Além disso, você vai achar muito mais conteúdo relevante no twitter, já que o que interessa lá é o assunto em si. O facebook é um misto de notícias, virais, hoax e vida alheia. No twitter você encontra muito mais informação e opinião e elas são auto-classificadas, já que quanto mais a informação for bacana e relevante mais fácil dela ganhar a rede e chegar a sua timeline. Sempre que eu quero saber o que está acontecendo por aí, entro no twitter e dou uma olhada. É uma forma muito mais prática de se manter informado, do que procurar algo que lhe agrade nos grandes portais… Cá entre nós, o facebook chega a ser irritante as vezes, pois pouquíssimo conteúdo ali é original, tudo é muito copiado e colado dos grandes portais. Como a coisa é muito ligada ao perfil, eu vejo muito mais as pessoas querendo agregar valor de imagem do que de produzir o próprio conteúdo, nem que seja na forma de opinião ou de seleção de informações relevantes. No twitter a preocupação é muito mais ligada ao participar da discussão do que agregar valor ao próprio perfil, já que a coisa no microblog é muito mais ligada ao momento.

 

A interação

O facebook não é uma rede social feita para a interação em tempo real. Há até um esforço para isso, mas não é realmente o foco. Já o twitter tem todo um esforço para exibir somente o que está acontecendo no momento de agora. Tudo se atualiza neste sentido e isso permite uma interação muito maior entre quem está comunicando e quem recebe a mensagem. Você pode marcar assuntos com as famosas hashtags e organizar a questão toda em torno disso. Assim a coisa fica muito mais interessante, a interação pode tomar uma escala bem maior e o espaço se torna muito mais democrático.

 

Experimente!

Se você se interessou pelo twitter fica aqui minha forte recomendação. Pra criar a conta é muito fácil basta acessar essa página, colocar nome, email e senha e pronto! Aproveite e siga nosso perfil do twitter também. Basta clicar no botão “Seguir @CMetranca” que fica logo abaixo de todas as postagens do site.

 

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: http://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*