Morre Mário Linhares, vocalista do Dark Avenger    

Por Adolfo Bonucci

O Heavy Metal brasileiro perdeu uma grande voz na última sexta. O vocalista do Dark Avenger, Mário Linhares, nos deixou para cantar num outro plano. Sou suspeito para falar da banda brasiliense que, desde 1993, faz história na cena, pois sou fã do grupo. Mário terminou de escrever no livro da vida aos 45 anos. Conforme notícia veiculada no portal Correio Braziliense, Linhares foi internado às pressas, no hospital Anchieta, em Taguatinga, com dores no peito e edema pulmonar. Ele foi submetido a procedimentos cardíacos de emergência, mas não resistiu. A sua esposa, Désirée Galeotti, chegou a publicar uma mensagem no Facebook pedindo ajuda para a transferência do Mário do Anchieta para algum hospital público para a realização de um cateterismo de urgência.

Mário nasceu no dia 1 de junho de 1972 em Fortaleza e atuava como vocalista de metal desde década de 90 e dava aulas de canto. O cantor passou pelas bandas Harllequin, Heaven’s Guardian e Khallice, mas foi no Dark que ele consolidou a carreira.

Apesar dos 24 anos de estrada, o Dark Avenger só tinha feito dois shows aqui em Santa Catarina. O primeiro foi em Laguna, ano de 2015, no festival Agosto Negro, e o segundo foi no Maniacs Metal Meeting; onde tive a honra de cobrir e acompanhar de perto a performance da banda, que foi um espetáculo à parte. E nossa! Cheguei lembrar até de uma cena aqui: enquanto eu e o Marcus arrumávamos o equipamento no “cantinho” da imprensa, eu ficava curtindo a passagem de som deles. O primeiro álbum, que leva o nome da banda, foi lançado em 1995. Desse disco, músicas Armageddon, Rebellion, Give a Chance e Dark Avenger não podiam faltar na minha playlist.

Mario Linhares, vocalista do Dark Avenger – Foto reprodução

O grande reconhecimento veio em 2001 com o álbum “Tales of Avalon: The Terror”, que ganhou a continuação em “The Lament”, entretanto, todos os discos do Dark Avenger foi sucesso de crítica. Inclusive o último trabalho do grupo, intitulado The Beloved Bones: Hell (que foi divulgado na Europa pelo próprio Mário), foi elogiado por muitos, chegando a ficar entre os melhores de 2017 no blog Rebel Rock.  Ao todo foram quatro álbuns: Dark Avenger (1995), Tales of Avalon: The Terror (2001), Tales of Avalon: The Lament (2013) e The Beloved Bones: Hell (2017); uma demo, um EP e um ao vivo.

Não foi fácil para a banda conquistar o espaço no cenário. Em 2005, devido ao alto investimento e o baixo retorno, a banda encerrou as atividades, mas, graças aos inúmeros convites e a perspectiva de gravar um novo álbum, o Dark Avenger retornou às atividades em 2009.

Quem acompanha a cena sabe das dificuldades das bandas no meio undeground. Sabe que os músicos precisam conciliar trabalho, ensaio, família e/ou estudos. E banda precisa fazer investimento sim, senhor! E colocar esses gastos na ponta do lápis, meus caros, é complicado! E qual é a banda que não passa por isso? Dark Avenger foi uma delas. Mas o grupo colocou o seu amor pelo metal acima de tudo e continuou a produzir música para os seus apreciadores. Sem o seu fundador e líder, por enquanto, o destino da banda é incerto. Mas uma coisa é certa: Mário Linhares e o Dark Avenger escreveram uma baita história no metal brasileiro.

E aproveito pra deixar uma mensagem, uma reflexão talvez. Valorize o que temos de bom, estimule e aprecie o talento das pessoas maravilhosas que temos ao redor. Vá aos shows, adquira o material das bandas, apoie, prestigie, sente com os músicos da banda que você gosta ou se interessou para trocar uma ideia. Valorize o que mais ama e as pessoas enquanto estiverem presentes no plano terrestre, pois, quando partir dessa pra melhor, só resta lembrar e propagar as suas histórias.

Ao grande Mário Linhares, deixo as minhas eternas saudações. Obrigado por ter contribuído para o nosso metal e por ter deixado um belíssimo legado.

Stay Heavy!

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: http://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Adolfo Bonucci
Sobre Adolfo Bonucci 3 Artigos
Possui formação em jornalismo pelo Bom Jesus Ielusc. É atleta da seleção catarinense de Karatê. Futuro acadêmico de Educação Física. Ama ouvir música e conhecer novos sons e lugares. Sempre que pode, marca presença nos eventos de Metal, seja em festivais ou aquele showzinho underground no boteco da esquina. Ah! Perceberam, né? O seu gênero musical preferido é o Metal.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*