Infrasound Fuzztival – Stoner Rock dando as caras novamente em Florianópolis!

HÁ POUCO MAIS DE DOIS MESES, DOIS FESTIVAIS DE STONER ROCK ( O ROCK CHAPADO, LISÉRGICO E PESADO QUE NADA MAIS É QUE UMA FORMA DE RELEITURA MAIS CONTEMPORÂNEA DO HARD ROCK SETENTISTA, DA PSICODELIA E DO BLUES DOS ANOS 60 E 70) ACONTECIAM EM SANTA CATARINA: O MEGALODOOM FUZZTIVAL JUNTAVA TRÊS BANDAS EM BRUSQUE, E O MEDUSA STONER FEST JUNTAVA QUATRO EM FLORIANÓPOLIS. COMO TESTEMUNHA OCULAR DE AMBOS, POSSO PRESTAR A INFORMAÇÃO DE QUE AMBOS FORAM EXCELENTES E REALIZARAM UM PRÉSTIMO HONROSO AO ROCK PESADO AUTORAL DE QUALIDADE.

Pois bem, passaram-se dois meses. E muito em breve, no dia 6 de Setembro, mais uma vez o fuzz, a psicodelia, as distorções e o peso farão uma comunhão em Florianópolis, mas dessa vez no seminal Taliesyn Rock Bar ao invés do palco passado, o Célula Showcase. E se antes tinhamos um (já farto) cast de quatro bandas (Hammerhead Blues / Red Mess / Space Guerrilla / Muñoz), dessa vez o gordo elenco trará SEIS BANDAS: Munõz (MG) e Red Mess (PR), que ja haviam tocado no Medusa Stoner Fest, realizado em parceria por Saragaço e Batmacumba Cultura Independente, se juntam às bandas Pantanum (PR), Katss (SC), Ruinas de Sade (SC) e, pela primeira vez em terra catarinense, Cattarse, um proeminente nome do stoner rock gaúcho.

O evento marca a estréia do novo Selo dos irmãos Mauro e Samuel Fontoura, do Muñoz Duo, o “Infrasound Records”. E, tambem, do novo album dos caras, “Smokestack”, o primeiro a sair pelo recem fundado selo e sucessor do ótimo disco “Nebula”, de 2014. Como alguns podem já saber, os irmãos fazem um heavy blues pesado e viajante inspirado em nomes como Cactus e Grand Funk Railroad. E quanto às outras bandas, a sonoridade varia drasticamente: Cattarse pratica um stoner rock com grande infusão de blues fazendo homenagem às bandas setentistas de Hard Rock; os paranaenses da Pantanum, que ja estiveram em Floripa abrindo para a banda sueca Jeremy Irons and the Ratgang Malibus e em outro show no Taliesyn com a própria Muñoz, arrastam o som com um Doom Metal psicodélico de verve sabbathica ; a garotada da Red mess mistura elementos de Stoner Rock e Doom Metal, mais ou menos numa linha semelhante ao Pantanum de certa forma, mas tambem totalmente diferenciado por outro lado; a Katss, velha conhecida de rolês em Florianópolis, aposta no bom e velho rock´n roll para executar performances sempre bacanas e empolgantes; e para fechar, a banda brusquense Ruinas de Sade, ótimo nome emergente do Doom Metal catarinense, executa uma sonoridade densa voltada ao Doom Metal “tradicional”, mas tambem com influências lisérgicas de bandas como Sleep e Electric Wizard.

O “stoner rock”, aos poucos, se faz cada vez mais difundido em terras catarinenses e ruma a se tornar um nome cada vez menos estranho aos ouvidos alheios, com uma sonoridade que muitos curtem “das antigas”, porem com uma roupagem mais atualizada e tentando abranger tambem ouvintes de coisas novas e em busca de referências contemporâneas no Rock. Com seis nomes de qualidade desse cenário, o Infrasound Fuzztival promete tornar  o Taliesyn Rock Bar o novo epicentro do gênero na cidade, após a bem sucedida experiência anterior no Célula Showcase.

 

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: https://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Leitor
Sobre Leitor 11 Artigos
Tem algum fato para comunicar ou denunciar? Quer compartilhar um artigo, fotos, vídeos, eventos culturais ou uma opinião pessoal? Então este é o seu espaço.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*