Hestórias #7 – Algo Não Cheira Bem no Senado

Caiado diz: Eita nariz guloso, hein! Essa era da boa!

Fala, galerinha!

Tudo certinho com vocês?

Já adianto que, infelizmente, não terá nada do Aécin nesta postagem. Então, por que coloquei esse título e essa foto? Porque eu achei “mó” legal! 🙂

Sem mais falação, vamos lá!

 

#BolsoMico

Ontem, no debate de candidatos (nem todos) a Prefeito do Rio de Janeiro, realizado pela Bandeirantes, o filho de Jair Bolsonaro, Flavio Bolsonaro, acabou sendo a peça de uma situação inusitada: após pergunta vinda de um telespectador, ele pediu que a pergunta fosse repetida, pois não tinha entendido. Nesse instante, o “olhinho” direito começou a fechar, quase como se estivesse piscando para uma “gatinha”. Em seguida, deu uma “sambada”, o que no momento me estranhou, pois não havia nenhum som. Imaginei, então, que Flavio estivesse com um Discman ou um Mp3 Player, da Lenoxx, no bolso, ouvindo Raça Negra, mais precisamente a música “Cheia de Manias”.

Ao fim, descobri que ele tinha passado mal.

Um amigo me enviou a melhor piada sobre o fato de a Deputada Jandira Feghali ter tentado prestar auxílio médico e o pai, Jair Bolsonaro, tê-la expulsado. Vejam se não é a melhor que já ouviram hoje:

“Jair Bolsonaro expulsou Jandira porque ela é médica, não veterinária” HAhahHA!

 

Palavras de amor entre Senadores

Ontem, também, como todos já estão ligados, empeçou o julgamento do “impítima”. Nada de novo ocorreu, exceto a troca de “gentilezas”, entre Senadores pró e contra o impedimento. Me permitam transcrever algumas das doces palavras:

 

Gleisi Hoffman: “Aqui não tem ninguém com condições para julgar ninguém. Qual a moral do Senado para julgar uma presidente da República?”

Ronaldo Caiado: “Não sou assaltante de aposentado”

Gleisi Hoffman: “O senhor é do trabalho escravo”

Magno Malta: “É o sujo falando do mal lavado. É a lata e o lixo. Não sou do PMDB, não sou do PSDB, que são os inimigos declarados do processo eleitoral”

Lindbergh Farias para Caiado: “Você é da turma do Cahoceira”, “Demóstenes é que sabe da sua vida”

Ronaldo Caiado para Lindbergh: “Tem que fazer antidoping. Fica aqui cheirando não”

 

HAhahaa! Oh, gente! Isso é bom demais! Espero que continue assim!

 

Mais Facões, menos estudos

Já falei pra vocês que eu adoro esse Ministro da Justiça? Esse cara é ótimo. Sério mesmo!

Mas, peraí, você já criticou ele aqui nessa coluna! Sim, critiquei, mas ele é ótimo. Não como doutrinador (é uma porta), tampouco como ministro, muito menos pela linda “careca brilhante” (hahahaha). É ótimo porque mostra exatamente como ele e sua turma (direita burra) são. E o que eles são? Bom, deleitem-se com algumas pérolas que expõem tudo o que quero falar pra vocês, sem precisar comentar nada:

O Ministro da Justiça disse que o Ministério vai investir em armas, não em estudo e pesquisa. Segundo ele, esse foi um erro do governo anterior. O que acham disso? Melhor né? Pra que estudo? Bobagem, né Ministro?

O Ministro da Justiça “tacô-lhe a mão” num facão e saiu cortando pés de maconha na fronteira com o Paraguai. Não acreditou né? É surreal isso; é um misto de vergonha alheia com tristeza. Veja:

HAhahaha! Só consigo rir. Percebam que ele não tem o mínimo domínio do facão. Se dependermos de dele pra acabar com o tráfico, teremos muito verde pra galera.

Não é ótimo que esses caras mostrem a cara? Outro caso foi o do Ministro da Saúde, que disse que os homens eram menos atendidos que as mulheres, no SUS, porque trabalhavam. Outro foi Serra que tentou comprar voto do Uruguai contra a Venezuela no Mercosul. Serra ficou surpreso. Lógico né? Deve estar acostumado a agir assim em suas campanhas.

 

Magno Malta e os 100 mil

Vocês gostam da cerveja Malta? Eu nunca experimentei, nem ouvi falar de alguém que tomou. O que isso tem a ver com o subtítulo? Nada, mas falar de cerveja é legal! Hahaa

O paladino da justiça, o cara que representa a moral e os bons costumes no Senado, o incorruptível, o representante do cidadão de bem, o pai do Projeto Escola Sem Partido, o vice-deus, Magno Malta (hahaa). Sério, alguém acredita nesse cara?

Pois então, segundo e-mails e mensagens divulgadas pela Folha de São Paulo, ele fez vagens particulares em jatinhos da empresa Itatiaia e recebeu 100 mil Reais. O conteúdo é bastante claro.

Ao que parece, Malta pode ter ligação com fraude em leilão trabalhista; onde a Itatiaia ofereceu o menor lance e acabou adquirindo um terreno em belo horizonte, terreno este que estava com problemas em ação trabalhista. O terreno valia 25 milhões, a empresa arrematou por 1,6 milhão.

Chego à conclusão de que somente imorais se colocam como defensores da moral.

 

Feriado em São Paulo

Um dos líderes do grupo MBL (hahaha), Fernando Holiday (hahhahaa), foi preso e flagrante em São Paulo. Ele e um parceiro tumultuaram uma atividade oficial da Câmera de Vereadores, que homenageava os 90 anos de Fidel Castro.

Em um vídeo após o ocorrido, o tal Holiday, disse que o Vereador Jamil Murad (PCdoB) – que propôs a atividade – fez o tumulto por que queria aparecer… Oi? É isso mesmo produção? No mesmo vídeo o fulaninho fala sobre Fidel ser um ditador assassino e blá, blá, blá… Hmm!

Sem entrar na questão desse guri não saber bulhufas de nada e o fato desse grupo ter sido inventado pela direita reacionária, o que não é novidade pra ninguém, é legal ver como são esses filhotinhos do fascismo agem covardemente. Não esperem por menos. Essa é turma que hostiliza alguém por vestir vermelho, que acha que o PT é comunista (hahhaha), que xinga a Letícia Sabatella de “puta”, que está ao lado de defensores de torturadores e, por aí, a lista se estende…

 

Gilmar Mendes: súbita coerência?

O Ministro tucano do STF, Gilmar Mendes, na semana passada, teceu críticas à Lei da Ficha Limpa, dizendo que parecia ter sido feita por bêbados (sic). Essa semana, ele se posicionou quanto às 10 medidas antiConstituição anticorrupção apresentadas ao Congresso por integrantes do MPF. Segundo o Ministro, “quem faz proposta dessa não conhece nada do sistema, é um cretino absoluto”.

Carai, Gilmar!! Pela primeira vez na vida, concordo com você! Essa lei da Ficha Limpa é inconstitucional; atenta contra a presunção de inocência, entre outras bizarrices. Um projeto, não feito por bêbados, mas por mal-intencionados.

Essas 10 medidas demonstram o que há de pior no sistema penal brasileiro. Aí, Sr. Mendes, você está certo: é coisa de cretino. Coisa dos representantes do reacionarismo nacional.

Agora, o que me encafifa é a seguinte pergunta: por que o Ministro ficou “cabrêro” só agora? A lei da ficha limpa é de 2010 e os ataques à Constituição já são feitos há muito tempo pela turma da Lava Jato, por que só agora essa manifestação? Tá com delay? Não tem Br Turbo (alguém lembra dos comerciais hahaha)?

Eu desconfio que não é lapso de lucidez. Eu desconfio que andaram pisando no seu calo. Acertei né? Pode admitir, cara! Mexeram com Toffoli, seu pupilo – o que foi um absurdo, diga-se de passagem – o cerco começou a fechar para seu partido o PSDB (prenderam até ex-Presidente estadual do partido) e a Lava Jato está saindo do controle, não é mesmo?

A dúvida que fica é: será que um dia Mendes vai seguir o que escreve em seus livros? Hahahahaa

 

Por hoje é isso, meu queridos!

Um grande abraço à todos e um ótimo fim de semana!

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: https://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Sobre Maico da Silva Paixão 7 Artigos
Estudante de Direito na FCJ. Tem muito gosto em escrever de forma irreverente sobre Política, Filosofia e Sociologia; apesar de considerar importante a escrita formal. Nasceu em Joinville/SC, porém foi criado em Nueva Esperanza, no Paraguai. Voltou à Joinville em 2002, onde estudou o ensino médio e cursa ensino superior.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*