Espetáculo: Esse corpo Meu?

Via Santa Cultura

O grupo de Itajaí Téspis Cia de Teatro apresenta neste sábado, dia 12, no Galpão de Teatro da Ajote, o espetáculo Esse corpo Meu?. A apresentação, marcada para as 20h, faz parte do Projeto de Manutenção da AJOTE, aprovado pelo Mecenato Municipal SIMDEC de Joinville.

Na peça, Téspis apresenta dois corpos e outras variações sobre o comportamento humano. A quebra de paradigmas, a desconstrução do eu e do binômio masculino e feminino, a mercantilização do corpo e a busca pelo perfeito são algumas das temáticas levantadas no espetáculo. Uma coprodução realizada entre a Téspis. Cia. de Teatro de Itajaí e a Periplo Compañia Teatral de Buenos Aires.

Ao longo do processo de construção de Esse Corpo Meu? surgiu a necessidade de ampliar a discussão sobre o tema “transexualidade”. O resultado que a Téspis Cia. de Teatro traz ao palco é um espetáculo cheio de camadas e com a intenção de provocar várias reflexõessobre o modo de se moldar ou mesmo de se transformar para ser reconhecido dentro de um meio social. Os personagens dessa peça são reflexos de homens e mulheres que buscam incansavelmente alcançar uma imagem que encaixe em algum tipo de classificação aceita. Quando, na maioria dos casos, essa aceitação não existe.

Para a concretização desse projeto, a Téspis Cia. de Teatro contou com o apoio do Edital de Intercâmbio Cultural da Fundação Cultural de Itajaí, que possibilitou a ida dos atores para Buenos Aires. Além disso, no final de 2013, a companhia foi premiada com o Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura.

 

Serviço

O quê: Esse corpo Meu

Quando: dia 12, às 20h

Onde: Galpão de Teatro da Ajote

Ingresso: R$ 20 – à venda no local (no dia da apresentação) ou pelo site da Enjoy Events

Classificação: 16 anos

 

Ficha Técnica

Atuação: Denise da Luz e Max Reinert

Direção: Diego Cazabat

Diretor assistente: Hugo De Bernardi

Dramaturgia: Processo colaborativo entre a Téspis Cia. de Teatro e Periplo Compañia Teatral

Ambientação Sonora: Hedra Rockenbach

Figurinos: Cristine Conde e Denise da Luz

Costureira: Lélia Machado de Melo

Cenário e Iluminação: Max Reinert e Diego Cazabat

Cenotecnia: Fer-Forge

Operação técnica: Jônata Gonçalves

Design gráfico: Max Reinert

Fotografias: Lote 84 e Emanuele Matiello

Produção executiva: Téspis Cia. de Teatro

Apoio: Projetos patrocinados através dos editais Iberescena e Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: https://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Veja Também

Sobre Marcus Carvalheiro 150 Artigos
Jornalista, músico e mestrando em patrimônio cultural e sociedade

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*