Emoção e senso de realidade aflorados no show do Síntese em Joinville

Se tem uma forma de cultura que permanece marginalizada e totalmente restrita ao underground em Joinville, isto com certeza é o rap. Historicamente, o rap sempre fez parte da cultura das ruas, servindo como arma de resistência, voz para quem mais precisa ser ouvido e ferramenta conscientizadora para todos – e é exatamente por isso que aquele rapper que demonstrou apoio ao Bolsonaro, em suas letras, mereceu total repúdio possível (nem tenho que explicar melhor o porquê, né?). Mas o que é necessário destacar é que essa chama permanece viva, apesar de nem sempre ser tão clara aqui em nossa cidade; graças, principalmente, a batalhas de duplas que acontecem no bairro Guanabara, no Centro (praça Nereu Ramos) e no Jardim Paraíso (na Lanchonete do Mano), geralmente organizadas pelos grupos Batalha de Paraíso e Ramal 047.

Falando no Ramal 047, foram exatamente eles os responsáveis por pela vinda de Síntese (o projeto do MC e beatmaker Neto), diretamente de São José dos Campos e desde 2010 na estrada, para um show no Delinquent’s Bar – como sempre, sendo o melhor reduto underground da cidade. Neto, que ganhou notoriedade com os álbuns “Sem Cortesia” (2012) e “Trilha Para o Desencanto da Ilusão, Vol. 1” (2016), nem necessitava dizer qualquer palavra para que sua energia vibrasse no palco: a presença dele é tão forte que qualquer um presente naquele espaço ficava resplandecido até com o seu simples suar. Suas letras mesclavam acidez com referências que vão de Jah ao umbral do Espiritismo, e sempre com uma mensagem de esperança dita por ele no meio disto, para sair de lá com a alma lavada MESMO.

Não podemos deixar de citar que, antes do rapper do Vale do Paraíba subir ao palco, ocorreram outras atrações, para mostrar que essa “chama local” também merece estar em eventos como esse. Comandada pelo DJ LP, a noite trouxe os grupos Quadrilha Vs Sistema, Clã do Subúrbio, Vinculo, Black Money, William Branco e Hailom Bruno. É bom ficar de olho em todos daqui pra frente, principalmente em Hailom.

 

Créditos da imagem: Ramal 047Foto por Ramal 047

Gostou do conteúdo?


Curta a nossa fanpage no Facebook:  
e siga-nos no Twitter:  

O Metranca agora está aceitando conteúdo enviado pelos leitores!
Confira em: http://coletivometranca.com.br/contribua-com-o-metranca/

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será divulgado.


*