Coluna Livre

Joinville retorna ao mapa dos festivais de Metal

Quem frequentou festivais de “música pesada” na Sociedade Avaí, Recreativa Schulz, Cais 90 e Garage Club (Itinga) já estava desacreditado sobre a possibilidade de bater cabeça novamente em um festival de metal na região. A maioria destes locais não existe mais e a “tradição” de um festival que dure mais de um dia parecia já ter se apagado em Joinville. É ai que entra o Metal Joinville. Desde 2012 o grupo vem produzindo alguns eventos na região e, em 2015, organizou o primeiro Metal Joinville Festival, na Estação da Memória. A chuva dificultou (e muito) o festival, mas nesta primeira experiência o público já demonstrava que estava sedento por um festival próprio. Agora, em 2016, a equipe produziu em parceria com o Garage Bar e com as próprias bandas uma nova edição que contou com um público de aproximadamente 500 pessoas. Foram 12 bandas que se apresentaram em dois dias de evento. Desta vez a […]

Sem imagem
Colunas

Dica de leitura: A Aniquilação da Terra do Sempre

Disponível em sites e plataformas como amazon, Google Play, itunes, o livro A Aniquilação da Terra do Sempre, de Tony Bertauski (autor) e Pedro Henrique Leal (tradutor e colunista do Metranca) trata de uma história que envolve ficção científica, fantasia e aventura. Na descrição do próprio livro, Tony Bertauski explica que, apesar de ser um horticultor durante o dia, foi sempre um contador de histórias. O gosto pela leitura possivelmente veio do avô, um trabalhador aposentado pela indústria siderúrgica nos anos 70 que, apesar de não ter uma educação formal, sempre foi um leitor voraz. Tony conta ao discorrer sobre sua biografia que sempre foi fascinado por robôs que poderiam pensar e agir como pessoas e que criar ou tentar passar essa experiência para terceiros é algo desafiador: “Ter uma estória se desenrolando dentro da sua cabeça é uma experiência diferente de ler. Você se conecta com os personagens de uma maneira […]

Colunas

Garage Bar recebe a 2ª Edição do Metal Joinville Festival II

O Metal Joinville Festival, que em 2015 ocorreu na Estação Ferroviária, continua no calendário do cenário underground da região de Joinville. Nesta segunda edição, o evento será realizado no Garage Bar, nos dias 17 e 18 de dezembro e a entrada é gratuita. Ao todo, serão 12 bandas se apresentando, sendo que, no sábado, o show começa a partir das 16 horas e, no domingo, a partir das 15h. A proposta do evento continua sendo um divisor de águas para o cenário, uma vez que promove um festival local, com boa estrutura e entrada gratuita. A iniciativa é patrocinada através de apoiadores e de uma colaboração espontânea do próprio público, que neste ano é de R$10, mas qualquer valor é aceito pela organização do evento. Confiram os nomes e horários de todas as bandas: Sábado (dia 17 às 16h) 16h – Sun Below Us 17h – The Arataca Stoned Farmers 18h – Guerrilla […]

Destaques

Morgan Popinhak vence a terceira edição de A Voz do Bovary

Na última sexta-feira, dia 25 de novembro, o Bovary Snooker Pub realizou a final da competição A Voz do Bovary. O evento contou com cerca de 100 participantes na sua audição inicial e, depois de cinco meses de concursos, seis finalistas participaram da final. Com uma premiação total de R$16 mil, a terceira edição de A Voz do Bovary teve como campeão o cantor Morgan Popinhak, que levou sozinho para casa R$8 mil. Confiram a classificação completa e o vídeo de agradecimento do pub: (1) Morgan Popinhak (2) Francisco Duarte (3) Lucas Rosa (4) Letícia Marchioli (5) Laura Pompeo (6) Lemuca Alves   O projeto é uma iniciativa da própria casa e contou com patrocínio da M.A. Comunicação Visual, Copos Já. Também recebeu apoio das empresas Vida Valores, Troian Stúdio e Renata Leite Fonoaudióloga. Promoção exclusiva: Atlântida Joinville.

Artes Visuais

(IN)Consciente Coletivo volta ao palco da Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior e comemora sua 10ª edição

Festival da Cultura Criativa reúne extensa programação nos dias 3 e 4 de dezembro, e tem ainda atividades prévias nos dias 29, 30 de novembro e 1º de dezembro, no Bonjour Espaço Colaborativo Com o tema #somostodosum, o (IN)Consciente Coletivo chega a Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior, em Joinville, para celebrar sua 10ª edição, consolidando-se como um Festival da Cultura Criativa. O local escolhido é também o primeiro espaço público a receber o Programa Lixo Zero, que já fez parte da sétima edição do (IN)C, realizada justamente na Casa da Cultura, quando seus responsáveis puderam conhecer os benefícios do programa. O (IN)C – Festival da Cultura Criativa – ocorrerá nos dias 3 e 4 de dezembro, das 11h às 19h, com entrada gratuita. O evento está sendo organizado em parceria com a Associação de Amigos da Casa da Cultura Fausto Rocha Jr. Em suas nove edições itinerantes, o (IN)Consciente Coletivo já […]

Destaques

Otacílio Rock Festival divulga a primeira parcial de bandas para 2017

Um dos maiores festivais de Santa Catarina, o Otacílio Rock Festival, já tem data certa. O evento ocorrerá nos dias 11 e 12 de Fevereiro de 2017 e a organização já está divulgando a primeira parte das bandas confirmadas. Entre elas, a banda Suicidal Angels, da Grécia. O evento ocorre na cidade de Otacílio Costa e mais informações podem ser obtidas direto na página da organização ou mesmo no evento oficial criado no facebook. Bandas ja confirmadas: SUICIDAL ANGELS – Thrash Metal – Grécia Attomica – Thrash Metal – SP Orquídea Negra – Heavy Metal – SC Homem Lixo – Hardcore/Thrash – SC Losna – Thrash Metal – RS Baranga Rock – Rock and Roll – SP Venereal Sickness – Death Metal – MG Axecuter – Metal Old School – PR Maquinarios – Rock/Metal – SC Imperious Malevolence – Death Metal – PR Older Jack – Heavy Metal – SC Vermouth – […]

Geral

Ney Matogrosso no Psicodália 2017 | Rio Negrinho/SC

Via: Psicodália O repertório será o do show “Atento aos Sinais ao vivo”, seu último lançamento em CD e DVD   Em sua primeira participação no festival Psicodália, Ney Matogrosso está confirmado entre os headliners da 20.ª edição do festival multicultural. Ele apresenta o repertório do premiado e festejado projeto “Atento aos Sinais”, cuja turnê estreou em fevereiro de 2013, transformou-se em CD de estúdio no mesmo ano e ganhou edição ao vivo em CD e DVD pela Som Livre em 2014. “Atento aos Sinais” tem um repertório de músicas assinadas por compositores consagrados, como Caetano Veloso (“Two Naira Fifty Kob”) e Paulinho da Viola (“Roendo as unhas”), mas que destaca a produção de novos nomes como Criolo (“Freguês da Meia-Noite”), a banda Zabomba (“Pronomes”), Dani Black (“Oração”), o alagoano Vítor Pirralho (“Tupi Fusão”), Dan Nakagawa (“Todo mundo o tempo todo”) e os cariocas do Tono (“Não consigo” e “Samba do Blackberry”). “Muitos me procuram, vão […]

Reflexões sobre a Obsolescência Programada

Em um mundo cada vez mais condicionado pelo consumo como um gerador de sociabilidade, as questões ambientais têm servido de alerta ao longo das últimas décadas. A política econômica visando possíveis ações para o meio ambiente ainda não é um objeto de interesse global, apesar de estar em crescente debate. Uma coisa é certa, não é mais possível continuar no ritmo acelerado de extração de recursos naturais ou da emissão de poluentes. No entanto, como debater socialmente a redução do consumo em uma sociedade em que consumir é um fator de inserção social? O filme espanhol Comprar, Descartar, Comprar: Obsolescência Programada, de Cosima Dannoritzer, talvez seja um dos mais significativos no que se refere a historicização do design como ferramenta para incentivar o consumo de uma determinada comunidade. A obsolescência programada é conhecida como um fenômeno mercadológico e industrial que surgiu por volta dos anos de 1940, incentivando a descartalização, ou seja, o […]

Colunas

Hestórias #7 – Algo Não Cheira Bem no Senado

Fala, galerinha! Tudo certinho com vocês? Já adianto que, infelizmente, não terá nada do Aécin nesta postagem. Então, por que coloquei esse título e essa foto? Porque eu achei “mó” legal! 🙂 Sem mais falação, vamos lá!   #BolsoMico Ontem, no debate de candidatos (nem todos) a Prefeito do Rio de Janeiro, realizado pela Bandeirantes, o filho de Jair Bolsonaro, Flavio Bolsonaro, acabou sendo a peça de uma situação inusitada: após pergunta vinda de um telespectador, ele pediu que a pergunta fosse repetida, pois não tinha entendido. Nesse instante, o “olhinho” direito começou a fechar, quase como se estivesse piscando para uma “gatinha”. Em seguida, deu uma “sambada”, o que no momento me estranhou, pois não havia nenhum som. Imaginei, então, que Flavio estivesse com um Discman ou um Mp3 Player, da Lenoxx, no bolso, ouvindo Raça Negra, mais precisamente a música “Cheia de Manias”. Ao fim, descobri que ele tinha passado mal. Um […]

Holofotes sobre a escuridão – O processo de apropriação do “Heavy Metal” como manifestação artística em Joinville

Por Marcus Carvalheiro Peço licença ao Giovanni, que geralmente escreve para a coluna Trajeto Alternativo, para apresentar aos leitores do Metranca e aos colegas do rock a minha proposta de pesquisa para o Metrado de Patrimônio Cultural e Sociedade. Pretendo nos próximos meses compreender melhor esta manifestação cultural que é o metal, tendo como foco as bandas, os produtores e os diferentes públicos presentes em Joinville. Esse post tem a intenção de ampliar meu leque de entrevistas e passos iniciais. Apesar de já ter alguns objetivos traçados, é sempre bom contar diretamente com quem entende ou também vive o cenário. A parte inicial da pesquisa é basicamente um levantamento, então quem tiver nomes de pessoas que foram bem ativas neste cenário por volta dos anos 80/90, bem como puder indicar bandas que iniciaram este lance da “música pesada” em Joinville, eu serei muito grato.   Outra etapa bem importante é o resgate […]

Coluna Livre

As Olimpíadas acabaram, mas o esporte não

Depois de um “recesso olímpico”, aqui estou para um breve apanhado do que rolou nas Olimpíadas e fora dela nos últimos dias do mundo esportivo. Não nos menosprezemos! Com essa frase, iniciei uma publicação nas redes sociais pouco antes do cerimonial de encerramento das Olimpíadas Rio-2016. Isso porque a delegação olímpica brasileira conseguiu sua melhor colocação na história da competição, mas muitos só lembram que demorou para sair a primeira medalha e que nós não temos um Bolt, um Phelps ou uma Biles, mesmo que tenhamos um Thiago Braz, que apesar de tudo, continua mais conhecido como “o cara da vara”; Isso porque muitos dizem preferir Marta à Neymar, mas só lembram que futebol feminino existe a cada quatro anos; Isso porque o mesmo ocorre com vários outros esportes, que passam três anos no limbo, mas em época de Olimpíadas muitos não entendem como é que Estados Unidos, Grã-Bretanha e China podem […]

Infrasound Fuzztival – Stoner Rock dando as caras novamente em Florianópolis!

HÁ POUCO MAIS DE DOIS MESES, DOIS FESTIVAIS DE STONER ROCK ( O ROCK CHAPADO, LISÉRGICO E PESADO QUE NADA MAIS É QUE UMA FORMA DE RELEITURA MAIS CONTEMPORÂNEA DO HARD ROCK SETENTISTA, DA PSICODELIA E DO BLUES DOS ANOS 60 E 70) ACONTECIAM EM SANTA CATARINA: O MEGALODOOM FUZZTIVAL JUNTAVA TRÊS BANDAS EM BRUSQUE, E O MEDUSA STONER FEST JUNTAVA QUATRO EM FLORIANÓPOLIS. COMO TESTEMUNHA OCULAR DE AMBOS, POSSO PRESTAR A INFORMAÇÃO DE QUE AMBOS FORAM EXCELENTES E REALIZARAM UM PRÉSTIMO HONROSO AO ROCK PESADO AUTORAL DE QUALIDADE. Pois bem, passaram-se dois meses. E muito em breve, no dia 6 de Setembro, mais uma vez o fuzz, a psicodelia, as distorções e o peso farão uma comunhão em Florianópolis, mas dessa vez no seminal Taliesyn Rock Bar ao invés do palco passado, o Célula Showcase. E se antes tinhamos um (já farto) cast de quatro bandas (Hammerhead Blues / Red Mess / Space […]

Banda CARBONIGHT

Olá, escrevo para apresentar  a banda CARBONIGHT. Trazendo seu primeiro single, A MARCA, que faz parte da sua primeira Demo a ser lançada no final de julho. https://www.facebook.com/carbonight/

William Blake, os Provérbios do Inferno e a música

Pode-se dizer que William Blake foi um artista completo: poeta, pintor, ilustrador, místico e revolucionário; viveu os seus setenta anos com ideias e ações bem à frente da sociedade inglesa da primeira metade do século XIX. Defensor do individualismo, da liberdade sexual, de um papel mais relevante para a mulher, sua poesia influenciou poetas de grande importância para o avanço das concepções e técnicas poéticas. Por ter uma série de visões radicais, o poeta foi chamado de louco por décadas, mas engana-se quem acredita que ele teve uma base educacional sólida: Blake jamais foi a escola. Mas isto não gerou qualquer ressentimento contra seus familiares; tanto é, que em Canções da Experiência, ele descreve um jovem estudante que é forçado a ir a escola por seus pais e solta o seguinte desabafo no conto: “A instrução não serve para nada. Considero-a um mal – o maior dos pecados”, firmando assim seu pensamento a […]