Para teus olhos

Entre conhecer e encontrar, Na falta de óculos meus olhos canção. Nesse escancarado escolher conhecer te amar, Deixei meus lábios livres pra gente dançar. Teus olhos, Meu silêncio canção.

Quinteto Revoada se apresenta nesta sexta

Nesta sexta, a Ajote recebe O Quinteto Revoada, a partir das 20h. Rogério Leitum (trompete), Fabio Deiverson (saxofone), Fabio Oliveira (piano), Michel Falcão (baixo) e Cadu Floriani (bateria), apresentarão o melhor da música instrumental – jazz e temas brasileiros -, passando pela linguagem da improvisação, associado com a busca por uma sonoridade diferente. No repertório, temas conhecidos de grandes músicos, como: Wayner Shorter, Fred Hubbard, Mozar Terra, Tom Jobim e composições próprias, que priorizam as peculiaridades de cada instrumento.   O quê: Quinteto Revoada Quando: 7 de agosto Horário: 20h Local: Galpão de Teatro da Ajote Quanto: R$ 5,00 Ingressos: enjoyevents.com.br ou no local no dia da apresentação Classificação: Livre

Acordei do avesso

Era para estar legal, mas essa coisa toda de chicletes grudado no sapato acaba comigo. Puta que pariu eu morri outra vez!Por isso essa sensação de câimbra, sempre que morro acontece isso. Onde enfiei os cigarros? Acordo do avesso sem saber onde estão os malditos cigarros (essa é a pior parte). Não consigo entender porque quando morro prefiro usar os sapatos ao contrário. Lembro que estava com uma pessoa comendo pastel as 6:00h da manhã na Feira da Glória. Vimos o nascer do sol, escutei toda sua história de vida e pela primeira vez alguém falava mais do que eu. Foi assustador! Depois os outros dias são como flashes, mas eu lembro que dancei com essa mesma pessoa em algum momento. Então acordo com uma puta câimbra e morto. Desde que decidi fazer merda nenhuma da minha vida estou nessa de morrer sem saber onde ou porquê? Tenho certeza que foi depois […]